BO – O nome diz tudo

Por: Rabino Yoel Lax

A porção da Torá dessa sema é “Bo”, que significa “vir” como vemos no primeiro verso: “Venha para o Faraó”.

No entanto, eles parecem ser uma ironia na redação. A porção da Torá desta semana trata das últimas 3 pragas incapacitantes que devastaram o estilo de vida socioeconômico egípcio, o esmagamento do tecido da sociedade egípcia e o êxodo do Egito.

Por que, então toda a porção se refere  a chegada ao Faraó, que aparentemente expressa o poder do faraó e do Egito, que Moisés teve que lhe pagar uma visita domiciliar.

Como de costume, a nomeação da Parasha nos ensina uma lição importante.

Muitas pessoas sentem que, para resolver os vários problemas em suas vidas religiosas ou espirituais, é preciso fazer mais boas ações, manter mais mandamentos e simplesmente fazer cada vez mais e mais.

No entanto, ao fazê-lo, alguém teria perdido o primeiro passo fundamental; tornando inútil todo o processo. Não se erradica o mal apenas fazendo o bem; alguém tem que remover o mal. Como as ervas daninhas em um campo, é preciso arrancar as ervas daninhas de suas raízes ou simplesmente crescerão de novo.

Portanto, D’us ordenou a Moisés “vir ao faraó” em seu palácio. Moisés teve que buscar a própria fonte do mal na sua raiz, e depois para esmagá-la totalmente. Só então o Êxodo poderia ocorrer.

Em nossas vidas diárias, isso significa que, quando sentimos que temos espaço para melhorias, não busquemos coisas para fazer para conseguir isso. Primeiro procure coisas para não fazer.

Só uma vez que a raiz do mal é erradicada, as flores da justiça podem florescer e prosperar.

Author: admin

Comments

comments

Deixe uma resposta