Escritor francês prepara romance sobre o ‘holocausto sefaradi’.

Escritor francês descendente de judeus sefaraditas, escreve sobre o drama dos bnei anussim, e suas experiências pessoas em busca de sua origem.

Madrid – A expulsão dos judeus da Espanha em 1492 foi “o holocausto dos sefarditas”, afirmou em uma entrevista escritor francês Pierre Assouline, imerso na escrita de um romance pessoal e inovador sobre esse episódio histórico.

Também jornalista e biógrafo de Simenon e Herge está atualmente em Madrid, preparando um romance que é esperado no próximo janeiro em Paris, publicado pela Gallimard.

O título que você deseja para o seu livro é ‘Volvo’ (Volto em português). “Eu não sei se o meu editor vai concordar” que o romance tem uma licenciatura em espanhol, embora a seu favor tem o filme “Volver” , de Pedro Almodóvar, muito bem sucedida na França, ele ri.

Depois de assinar uma dúzia de biografias e muitas outras ficções, Assouline (Casablanca, 1953) aborda uma questão muito pessoal, que ficou em sua cabeça por mais de duas décadas: a identidade sefardita, declinada ao nível pessoal e coletivo.

“Um romance âmbito em História com H maiúsculo” mistura de ficção, jornalismo e historiografia, e semelhante ao que o autor espanhol Javier Cercas alcançou em títulos como “Soldados de Salamina”, “Anatomia de um momento” ou “O impostor ” explica.

Em Madrid

Ele se instalou por um mês na Casa de Velázquez, em Madrid, uma instituição cultural francesa, e passa horas lendo e viagens para a imersão na língua espanhola, que desde muito pequeno escuta em casa.
“Quando criança, meus pais falavam francês o tempo todo, mas minha mãe costumava usar algumas expressões em espanhol, como ‘Minha vida’, ou ‘Que vergonha'”, lembra o autor, que tem o livro de cabeceira uma antologia de poesia espanhola .

Tirando partido da sua estadia, além da espera no cartório para apresentar os documentos necessários para se tornar espanhol, invocando uma lei aprovada em 2015 para conceder a nacionalidade espanhola aos descendentes de judeus sefarditas expulsos em 1492 pelos Reis Católicos.

Para o novo romance, Assouline utilizou suas memórias de viagens de verão com seus pais para a Costa del Sol, e inúmeras viagens por toda a Espanha ao longo de sua vida, especialmente nos últimos anos.

Sua experiência

O livro vai trazer novos elementos ao seu trabalho, uma vez que “o personagem principal não é uma criatura de ficção, sou eu, que pediu a nacionalidade espanhola e digo tudo o que aconteceu” no processo de viagem, reuniões e consultas.

Mergulhando em sua identidade “que é dito o tempo todo na França para ser associado a algo negativo, dizendo que é criminoso, assassino, racista, nacionalista, intolerante”.

“Eu em resposta digo às pessoas que não, que a identidade é múltipla e é algo positivo”, salienta Assouline, que defende um livro sobre sua “identidade múltipla”, que é “francês, espanhol, judeu, europeu”.

Seu novo livro, “uma luz permanente e retorno entre o passado sefardita e presente”, fala sobre os prós e contras desta comunidade em Barcelona, ​​Sevilha e Granada, mas o que talvez vai deixar de entender é o apego tenaz para a Espanha dos sefaradis .

O holocausto dos sefarditas

Sua expulsão em questão de meses, juntamente com as dores do exílio e perseguição da Inquisição para aqueles que ficaram “considerado na experiência judaica como o holocausto dos sefarditas”, em seguida, espalhados por todo o Norte de África, os Balcãs , Grécia, Turquia e América Latina.

“Eles viveram com um trauma terrível”, e ainda “durante cinco séculos, os sefarditas nunca parou de falar espanhol e amando a Espanha”.

Considerando regra geral islâmica na Península Ibérica entre os séculos VIII e XV, Assouline disse que não acredita em “Idade de ouro das três religiões”, uma “lenda” sobre a coexistência harmoniosa entre cristãos, judeus e muçulmanos era só é verdade em períodos muito específicas.

“Eu não acredito na lenda branca nem na lenda negra” derivada da Inquisição. “Eu estava entre os dois”.

 

Fonte: El Universo

Author: admin

Comments

comments

Deixe uma resposta

Assine nossa lista de e-mails agora!

Assine nossa lista de e-mails agora!

Fique sempre informado de todas os nossos estudos, artigos, notícias e muito mais. É só preencher o formulário abaixo com seu nome e e-mail. Nós da SHAAREI SHALOM ficamos muito felizes em ter você em nossa lista de amigos.