Lech Lecha – Resumo da Parashá

1) Parashát Lech Lecha, Bereshit/Gênesis12:01-17:27 – O Todo-Poderoso ordena Avrám a sair de Harán e ir para a Terra de Canaã e transmite a Avrám uma mensagem eterna para o Povo Judeu e para as nações do mundo: Abençoarei a quem os abençoar e aqueles que o amaldiçoarem, amaldiçoarei. Defrontando-se com um período de seca e fome, Avrám viaja para o Egito e pede a Sarai que diga, caso lhe perguntem, que era sua irmã e não sua esposa, para que os egípcios não o matassem para se casar com ela… O Faraó expulsa Avrám do Egito depois de não ter conseguido desposar Sarai. Avrám, então, estabelece-se em Hevrón (também conhecida como Keriát Árba) e seu sobrinho Lot fixa residência em Sodoma. Avrám resgata Lot, que havia sido seqüestrado, na batalha dos 4 Reis contra os 5 Reis. Participando de um pacto com D’us (todos os pactos com D’us são eternos, nunca serão rescindidos ou substituídos por novos pactos), D’us revela a Avrám que seus descendentes serão escravizados por 400 anos e que a eles (via Isaac) será dada a terra que“… estende-se do rio do Egito até o grande rio Eufrates”. Sarai, estéril e sem filhos, entrega sua serva Hagár para Avrám desposá-la, para que ele possa ter filhos. Ishmael nasce. O pacto do Brit Milá , circuncisão religiosa, é realizado (leia Cap.17:3-8). D’us modifica seus nomes para Avraham e Sara e avisa a ambos que Sara dará a luz a Yitschák (Isaac). Avraham circuncisa todos os homens de sua casa.0

2) Dvar Torá: baseado no livro “Crescer Pela Torá”, do rabino Zelig Pliskin. A Torá declara: E Dus disse a Avrám: Saia de sua terra, e de seu local de nascimento e da casa de seu pai para a terra que Eu irei lhe mostrar. (Bereshit/Gênesis 12:1) …Nosso antepassado Avraham se destacou em sua bondade para com os viajantes. Convidava e abrigava pessoas que estavam em viagem e fazia grandes esforços para que ficassem confortáveis. Sempre procurava uma maneira de como ajudar seus convidados. Certo dia D’us falou-lhe para deixar a casa de seu pai, seu local de nascimento e sua terra. Somente quando vivenciou pessoalmente ser um estranho num local diferente, entendeu realmente o que isto significava. E isso o fez entender melhor o que poderia fazer para ajudar seus convidados. Da mesma forma com o senhor, o visitante continuou. O senhor se devota completamente a libertar prisioneiros. Dos Céus estão lhe dando uma oportunidade de vivenciar o que é ser prisioneiro dos inimigos de seu povo. Isto lhe dará um profundo reconhecimento da importância de fazer o máximo possível, no futuro, para libertar outras pessoas com a maior rapidez possível.

Nossa lição: Sempre que sofrermos pessoalmente algum tipo de dor ou aborrecimento, lembremo-nos de cada aspecto vivido. Assim poderemos entender outros que estejam em dificuldades e estaremos aptos a ajudá-los com a maior presteza, bondade e sensibilidade. Isto fará, também, que seja mais fácil enfrentarmos nosso sofrimento, se o encararmos como uma experiência significativa de aprendizado, que nos tornará mais eficientes e úteis para ajudar os outros.

Author: admin

Comments

comments

Deixe uma resposta

Assine nossa lista de e-mails agora!

Assine nossa lista de e-mails agora!

Fique sempre informado de todas os nossos estudos, artigos, notícias e muito mais. É só preencher o formulário abaixo com seu nome e e-mail. Nós da SHAAREI SHALOM ficamos muito felizes em ter você em nossa lista de amigos.