Noach – Resumo da Parashat

1) Parashát Nôach (Bereshit/Gênesis 6:9–11:32) – A história de um homem correto e justo em uma geração perversa. O D’us ordena Noé a construir uma arca sobre uma montanha, longe do mar. Ele demorou 120 anos para construí-la. As pessoas zombavam de Noach, perguntando: “Por que está construindo um barco em cima da montanha?” Noé explicava que haveria um dilúvio se as pessoas não corrigissem seu comportamento. Vemos aqui a paciência do Todo-Poderoso ao aguardar que as pessoas retificassem seus atos e seguissem no bom caminho, e também a Sua genialidade ao despertar a curiosidade das pessoas para que fizessem a tal pergunta na esperança que ouvissem a resposta e começassem a agir. Aquela geração não fez Teshuvá, arrependendo-se dos seus maus caminhos, e D’us trouxe um Dilúvio que durou 40 dias. A água cobriu o planeta por 150 dias. O Todo-Poderoso criou o arco-íris, sinal do pacto que nunca mais destruiria toda a vida na Terra através da água. Por isso, ao vermos um arco-íris, é um presságio para fazermos Teshuvá – reconhecer os erros que estamos cometendo na vida, arrependermo-nos, corrigi-los e pedir desculpas a qualquer um que tenhamos prejudicado ou ofendido e também a D’us. Essa Parashá conclui com a história da Torre de Babel e a genealogia de Shem (filho de Noé) até Abrão.

2) D’Var Torá – baseado no livro, Crescimento Pela Torá, do rabino Zelig Pliskin A Torá declara: “Noé andava com o Criador (Bereshit 6:9)”. Que lição para a vida a Torá está nos ensinando neste versículo? O que significa que Noé ‘andava’ com D’us? O rabino Ovadia Sforno, um dos grandes comentaristas da Torá (Bolonha, Itália, 1475-1550 E.C.), explicou que Noé andava nos caminhos de D’us, o que significa fazer o bem aos outros. Como? As pessoas agiam de forma corrompida e Noé tentava ensiná-las como melhorar seu comportamento. Existem diferentes níveis ao se ajudar alguém. Encontramos no livro Mishnê Torá (capítulo sobre Dádivas aos Pobres 10:7-14) de autoria do Rambam (Maimônides) (Espanha 1194 EC- Egíto 1270), que existem 8 níveis ao se dar tsedaká (a palavra em hebraico usada para designar ‘caridade’. Na verdade, tsedaká significa ‘justiça, correção’). O nível mais elevado é ajudar a pessoa a arrumar um modo de conseguir seu sustento sozinha. Por que este é o nível mais elevado? Quando alguém ajuda uma pessoa a ser auto-suficiente, está ajudando-a não apenas uma vez, mas para o resto de sua vida. Da mesma forma, quando ajudamos alguém a se tornar uma pessoa melhor, não a estamos ajudando apenas por alguns momentos. Estamos ajudando-a a conseguir boas realizações para toda sua vida. Não só irá fazer muito mais boas ações, mas também influenciará positivamente seus filhos e netos. Quanto mais elevada a pessoa se tornar, mais compartilhará seus ideais com sua família. Assim estaremos ajudando também as futuras gerações desta pessoa! Vamos, então, nos empenhar e nos esforçar para ajudar os demais a se tornarem melhores pessoas!

Author: admin

Comments

comments

Deixe uma resposta

Assine nossa lista de e-mails agora!

Assine nossa lista de e-mails agora!

Fique sempre informado de todas os nossos estudos, artigos, notícias e muito mais. É só preencher o formulário abaixo com seu nome e e-mail. Nós da SHAAREI SHALOM ficamos muito felizes em ter você em nossa lista de amigos.