O que é a circuncisão?

Brit Milah: Como uma simples mitzvah faz um impacto mundial e eterno em todo o povo judeu.

SHABOT BRIT

Brit Milah, ou circuncisão, é realizada em um menino judeu oito dias depois que ele nasce. E também a qualquer homem que se converter ao judaísmo.

O procedimento é realizado por um mohel – uma pessoa que domina o conjunto de leis judaicas sobre a circuncisão e recebeu extensa formação prática.

Em um Brit Milah, o mohel remove o prepúcio do bebê e extrai o sangue do órgão reprodutivo, após o qual o bebê é dado um nome judeu.

Porque Brit Milah?

Brit Milah, literalmente, significa “pacto da circuncisão”. Avraham (Abraão), pai fundador do judaísmo, foi a primeira pessoa na história a fazer Brit Milah. Na verdade, ele circuncidou si mesmo.

Avraham prometeu que ele iria ensinar seus descendentes para servir a D’us com perfeita devoção. Em troca, D’us prometeu garantir a sobrevivência da descendência de Avraham – a família de Hebreus que se tornou a nação de Israel que desde então são conhecidos como os judeus.

Enquanto houver seres humanos no mundo, D’us garantiu Avraham, que sempre haveria judeus. Esta aliança ou pacto entre D’us e Avraham foi selada através do ato da circuncisão.

Hoje, através da realização do ato da circuncisão, judeus perpetuam a aliança e fazem seus filhos uma parte dessa promessa eterna.

O significado mais profundo

O fato de que o Brit Milah ser realizada no oitavo dia depois que um menino nasce indica a ideia de eterna continuidade judaica.

Na Torá, todas as referências aos números têm grande exemplo significado. Por exemplo, o número seis representam o mundo físico que tem quatro direções (norte, sul, leste e oeste), além de cima e para baixo. Os seis dias da criação, os seis dias da semana de trabalho, também fazem alusão ao mundo físico.

Sete adiciona um elemento espiritual para o físico. O sétimo dia, o Shabat, acrescenta espiritualidade para nossas vidas embora ele ainda está dentro do reino terreno. Já o oito, por outro lado, transcende o físico completamente. Por exemplo, o milagre de oito dias de Chanukah é além da natureza, superando as limitações das leis físicas e padrões naturais. Oito representa uma dimensão mais elevada da realidade.

D’us garantiu que que os filhos de Avraham iriam sobreviver para sempre como uma nação que desafia as leis da natureza. A história provou mais uma vez que mesmo as nações mais poderosas da terra terminam extintas. Por exemplo: Os egípcios, gregos e romanos. Mesmo assim os judeus, um povo numericamente insignificante, ainda está aqui, vivo e bem.

A Brit Milah, realizada no oitavo dia, nos lembra que a sobrevivência judaica não é um fenômeno natural, mas sobrenatural. A sobrevivência judaica desafia as leis da natureza. Isso explica por que a marca da circuncisão é feita sobre o órgão reprodutivo – simboliza a ideia de que a semente do Povo judeu jamais será destruída.

Além disso, Brit Milah é feito especificamente sobre o lugar que é identificado com nossos maiores desejos físicos, capacitando-nos assim estar por cima das exigências dos nossos corpos.

O objetivo do Ritual de Circuncisão

Traduzindo Brit Milah simplesmente como “circuncisão” em vez de “a circuncisão da aliança,” erroneamente implica que a remoção do prepúcio é o elemento mais importante do mitzvah.

Na verdade, porém, a circuncisão deve ser conjugada com a intenção de forjar um pacto de sangue entre D’us e o povo judeu.

Atualmente, pais judeus preferem levar seus filhos para fazer o procedimento cirúrgico em um hospital. Mas, mesmo o menino passando pelo procedimento, isto não implica que o menino esteja circuncisado. Por esta razão, mesmo uma pessoa que passou por uma circuncisão médica, com ou sem a intenção de cumprir esse mandamento, deve ser submetido a um procedimento subsequente realizada com a intenção específica de cumprir esta mitzvá. Este procedimento chamado de Dan Brit (Pacto de sangue) subsequente é relativamente indolor, envolvendo apenas uma gota de sangue do órgão reprodutor, mas feito em nome da Brit Milah.

Compromisso pessoal

O segredo para a continuidade judaica reside na Brit Milah, que fortalece o compromisso pessoal com D’us. Quando isto for alcançado, o compromisso comunal surgirá por conta própria.

Em seu pacto da circuncisão, Avraham prometeu ensinar seus descendentes para servir a D’us com perfeita devoção. Esta é a essência do Brit Milah – representa o compromisso pessoal do indivíduo para identificação de todo povo judeu a D’us. A identificação pessoal com o judaísmo é realmente uma coisa positiva. Mas a mitzvá do Brit Milah nos ensina que a menos que haja um compromisso pessoal, não poderá haver continuidade do pacto de todo o povo.

Que possamos todo o mérito de trazer nossos filhos para o Pacto de Avraham e ver sua identidade judaica prosperar e crescer.


Por: Moshe Schapiro

Tradução: André Ranulfo

Author: André Ranulfo

É o editor e web designer do site ShaareiShalom.net.
Também é fundador e atual presidente da Congregação Judaica Shaarei Shalom.

Comments

comments

André Ranulfo

É o editor e web designer do site ShaareiShalom.net. Também é fundador e atual presidente da Congregação Judaica Shaarei Shalom.

Deixe uma resposta

Assine nossa lista de e-mails agora!

Assine nossa lista de e-mails agora!

Fique sempre informado de todas os nossos estudos, artigos, notícias e muito mais. É só preencher o formulário abaixo com seu nome e e-mail. Nós da SHAAREI SHALOM ficamos muito felizes em ter você em nossa lista de amigos.