Parashá Vayishlach – Resumo da Parashát

Parashá Vayishlach (Bereshit/Gênesis 32:4-36:43) – “E enviou Jacob mensageiros a sua frente, a Essav, seu irmão, à terra de Seir, ao campo de Edom” (Genêsis. 32:4).

Jacob e Essav eram irmãos gêmeos porém diferentes na aparência e também no comportamento. Depois de viverem muitos anos separados e brigados, a Torá descreve o reencontro. O clima é de suspense. Os mensageiros voltam e anunciam que Essav não vem só, mas acompanhado de 400 homens. Jacob fica preocupado e resolve dividir o povo que estava com ele em dois acampamentos. Assim, se um acampamento fosse atacado, o outro teria chance de sobreviver. Jacob rezou e mandou presentes para o irmão.

Enquanto o encontro não acontece, um anjo apareceu e lutou contra Jacob durante toda a noite ferindo-o em sua coxa (dando origem a proibição de se consumir a carne que envolve o nervo ciático do boi). Mesmo assim, o nosso Patriarca venceu a luta e exigiu uma benção como recompensa. Jacob é abençoado e seu nome é trocado, passando a se chamar “Israel”. E finalmente ocorre o grande encontro: “E correu Essav a seu encontro e abraçou-o, e lançou-se a seu pescoço e beijou-o, e choraram” (Gen. 33:4). Diná, filha de Jacob e Lea, passou por uma humilhação quando Shechem deitou-se com ela. Em seguida, o pai de Shechem, Chamor, pediu a mão de Diná para seu filho, porém o pedido foi negado pelo fato de não serem eles parte do Povo de Israel. Simão e Levi, irmãos de Diná, vingaram a vergonha de sua família matando a Shechem e os demais homens de sua cidade e resgataram novamente a irmã para sua casa. Jacob repreendeu os filhos pela matança.

Jacob é abençoado por D-us. A promessa de herança da terra de Canaã, feita para Abraão e Issac, é renovada com o terceiro e último Patriarca Jacob. Rachel, esposa de Jacob, dá a luz a Beniamin e falece. O Patriarca Issac morreu com 180 anos e foi sepultado por seus filhos Essav e Jacob.

D’Var Torá – Michel Schlesinger, Rabino da Congregação Israelita Paulista A história do tempo mostra como D’us é UM e somente Ele cria o mundo inteiro (espiritual também) e todos os detalhes dele, de cada pessoa e cada mudança, constantemente. A história… mostra como existe uma diferença inexplicável e infinita entre os judeus e os outros povos, além da importância da Alegria. Agora podemos entender porque a Torá lista os descendentes de Essav e porque mudar o nome de Jacob para Israel era tão importante. Uma das grandes realizações do Mashiach (Messias) será que TODOS os povos servirão ao Criador; uma coisa que nunca aconteceu antes na história do mundo, mesmo na época do Rei Salomão. Então, as gerações são listadas na Parashá porque é uma seção que lida especialmente com Mashiach. Jacob fala para seu irmão Essav (que representa os povos não-judeus) que ele o encontrará depois (referindo-se à chegada do Mashiach/Messias), e nesse caso, todas as gerações que seguiram a Essav reconhecerão o verdadeiro Mashiach! E por isso também a mudança do nome Jacó para Israel.

O nome Yaakov significa os judeus enquanto estão no exílio, mas ‘Israel’ indica os judeus vitoriosos na revelação da sua verdadeira natureza Divina, e na educação do mundo espiritualmente e fisicamente.

Author: admin

Comments

comments

Deixe uma resposta

Assine nossa lista de e-mails agora!

Assine nossa lista de e-mails agora!

Fique sempre informado de todas os nossos estudos, artigos, notícias e muito mais. É só preencher o formulário abaixo com seu nome e e-mail. Nós da SHAAREI SHALOM ficamos muito felizes em ter você em nossa lista de amigos.